20180514Trafaria buraco Em resposta a diligências da Junta, a Transtejo e a Administração do Porto de Lisboa prestaram informações sobre os procedimentos em curso com vista a reparar o pavimento na estação fluvial da Trafaria «com a maior brevidade possível».
¤ 14-mai-2018



Juntamente com um ofício recebido há poucos dias na Junta, a APL deu a conhecer a resposta que obteve da administração da Transtejo, a uma carta de 6 de março.

A transportadora informa que, «face aos antecedentes de abatimento de piso verificados na zona envolvente da Estação Fluvial da Trafaria, é aconselhável elaborar, previamente à empreitada de reparação, um projeto de engenharia que permita identificar de forma pormenorizada o atual estado da estutura dos pavimentos, fudanções e muros de suporte no local».

Para aquisição deste projeto, a Transtejo estava «a ultimar o procedimento pré-contratual». O passo seguinte será o lançamento de um «procedimento pré-contratual para a aquisição da empreitada». O objectivo é «reparar a situação com a maior brevidade possível».

Considerando o tempo já decorrido, a Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria espera que a muito breve prazo a Transtejo dê início aos trabalhos, conforme é justamente exigido pelos utentes deste importante serviço público.

- Resposta da APL à Junta, com ofício da Transtejo

 

Share