20181013atividadesAlípio de Freitas, pela sua vida e a sua obra, esteve em destaque nas atividades de setembro no Espaço Cultural, com duas iniciativas que prolongaram a exposição patente nas instalações da Junta na Trafaria. Mas não se esgotou aqui o programa...
¤ 13-out-2018

 

Houve também oportunidade para «Saber reconhecer as emoções» e realizou-se mais uma edição do «Laboratório de Memórias».

Duas oficinas de construção prepararam o lançamento do projeto «Livros à Solta», no dia 6 de outubro.

Publicamos algumas fotos. Em cada um dos álbuns, clique numa imagem para ampliar.

 

Em destaque
Dia 5 e dia 8, Alípio de Freitas
No âmbito da exposição sobre a vida de Alípio de Freitas, patente no auditório da Junta na Trafaria, aconteceu no Espaço Cultural da Junta, no dia 5 de setembro, a apresentação dos livros «Resistir é Preciso» e «Palavras de Amigos», da sua autoria. Esta sessão contou com a participação de Guadalupe Portelinha, viúva do autor (falecido em Junho de 2017), e Ana Massas, em representação da Associação José Afonso (da qual Alípio de Freitas foi fundador e presidente). No sábado seguinte, dia 8 de setembro, exibiu-se no mesmo espaço um documentário, na base de uma entrevista a Alípio de Freitas, intitulado «As memórias não se apagam».

 

Oficina
Dia 15, Saber Reconhecer as Emoções – «O Monstro das Cores»
Pequenos de todas as idades participaram numa oficina cheia de histórias e jogos, que os fizeram pensar e conversar sobre o que são as emoções, como as sentimos e como as gerimos. Foi uma manhã muito divertida e instrutiva, com a mediação da Diana Silva.

 

Património
Dia 18, Laboratório de Memórias
Neste encontro de partilha de memórias sobre o património cultural da nossa freguesia, mais uma vez, houve partilha de memórias guardadas e tesouros amealhados, que engrandecem os corações de todos os presentes. Com a participação de todos, continua-se a enriquecer o fundo local da biblioteca.

 

 

Share