20190506Trafaria arquivoA Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria emitiu uma nota de esclarecimento, abordando algumas questões que têm sido agitadas nos últimos dias, sobre a intervenção no território da Trafaria.
¤ 15-mai-2020

 

O Executivo responde assim a uma campanha que considera ser animada por objetivos alheios ao interesse da população e dos órgãos de poder local democrático.

 

20200515Esclarecimento- Nota de esclarecimento (pdf)

Nota de esclarecimento à população

Animada por objetivos que são alheios ao interesse da população e dos órgãos de poder local democrático, notou-se nos últimos dias uma campanha de desinformação e calúnia que pretende pôr em causa a intervenção da Junta de Freguesia, no território da Trafaria, no decorrer da situação de pandemia em que vivemos.

Esta campanha – que é mais evidente nas redes sociais, mas ganha também expressão no terreno – pretende semear a confusão, para obter aquilo que a verdade dos factos não propicia.

Cabe particular responsabilidade a quem, fazendo parte de um órgão autárquico como a Assembleia de Freguesia, decidiu envolver-se abertamente em actos deste género, não resistindo a procurar dividendos políticos a qualquer custo num período tão difícil.

Para avolumar esta nuvem de pó, agitaram alguns problemas sentidos pela população, para procurarem imputar à Junta de Freguesia a responsabilidade pela sua não resolução.

A quem instiga tal campanha não interessa, como é evidente, se a competência é ou não da União das Freguesias ou se até decorre de imperativos legais. Também não lhes interessa encontrar soluções, nem saber o que já foi feito na busca de soluções.

Torna-se imperioso desfazer esta nuvem de pó, esclarecendo algumas questões que têm sido mais agitadas.

 

Funcionamento dos serviços

O atendimento presencial nos serviços da União das Freguesias deverá ser retomado a 1 de Junho, cumprindo o que foi decidido pelo Governo no «Plano de Desconfinamento» (um plano que, como o próprio Governo assinalou, está sujeito a avaliação quinzenal).

Desde 17 de Março, quando foram suspensos os trabalhos presenciais, a Junta tem respondido, em tempo, a todas as solicitações, seja de atestados ou outros documentos, seja de atendimento individual quando necessário. Decidiu ainda a abertura das instalações na Trafaria, para os pagamentos mensais de pensões no posto dos CTT que ali funciona.

Para atendimento presencial, no caso de serviços essenciais, prioritários e urgentes, mantém-se a possibilidade de agendar por telefone (212 954 688, no período das 10h00 às 16h00), ou por correio eletrónico (geral@jf-caparica-trafaria.pt).

 

Pagamento da água

O posto de pagamento da água só pode reabrir quando os SMAS retomarem o atendimento presencial, o que deverá ocorrer também a 1 de Junho. Este serviço depende do funcionamento em rede com os SMAS.

De qualquer forma, os prazos de pagamento foram alargados e estão suspensos os cortes de água.

 

O Multibanco da CGD

As falhas no funcionamento da caixa Multibanco instalada no mercado têm sido objecto de insistentes contatos da Junta com os responsáveis da Caixa Geral de Depósitos.

Desde a resposta forte da população e da Junta, há quatro anos, quando a CGD tentou abandonar este serviço público, temos persistido na exigência de que a Caixa garanta o seu total funcionamento, incluindo o abastecimento de dinheiro, e que assegure a devida desinfecção regular do equipamento.

 

Limpeza e higiene urbana

As matérias relacionadas com a limpeza pública e urbana, como a recolha do lixo, o corte de ervas ou a varredura, são da responsabilidade da Câmara.

Cabe à Junta a recolha de monos e aparas de jardim com volume até 1 m3. Esta tarefa tem sido executada diariamente e sem interrupção.
Todas as reclamações recebidas, relativamente a situações fora da competência da Junta, têm sido prontamente encaminhadas para os serviços municipais.

 

Condições no cemitério

O funcionamento do cemitério em condições excecionais, desde 8 de Maio, nomeadamente quanto ao limite do número de pessoas nos funerais, é regulado por lei, não cabendo à Junta qualquer condição de decisão que a contrarie.

 

Trabalhadores incansáveis

Os trabalhadores da União das Freguesias, na situação excepcional em que vivemos, têm sido incansáveis.

Laborando em quarentena rotativa, têm procurado, sob orientação do Executivo, responder em tempo a todas as situações, cumprindo as suas funções e obrigações, por vezes colocando em risco a sua saúde, respeitando as normas de segurança e prevenção.

Não se pode permitir que sejam visados por ataques torpes.

 

15 de Maio de 2020
A Junta da União das Freguesias de Caparica e Trafaria